Encontre-nos

Onde Estamos?
Quando não estamos por aí conhecendo o Mundo, estamos em Blumenau/Santa Catarina – Brasil.

 

Contatos

Instagram

@casaldemarte

@sthefanyfran

 
E-mail:comercial@oqueninguemteconta.com.br

Encontre-me

Gaspar/SC

Que é praticamente Blumenau, terra do Chopp ♥

 

O que você precisa saber sobre: Serra do Corvo Branco

O que você precisa saber sobre: Serra do Corvo Branco

Com uma vista incrível, curvas de 180º e uma peculiaridade notável, é claro que estou falando da Serra do Corvo Branco.

Houve um tempo em que a Serra era conhecida como uma das “mais temíveis” estradas do Brasil.

Com curvas de tirar o fôlego, descidas íngremes e altitude de 1.740m, a serra tem uma beleza singular e inesquecível. Foi uma estrada que exigiu um corte de 90m de rocha basáltica, e o maior corte rodoviário trincheiro do país.” – Informações retiradas no local.

 

Características e curiosidades da Serra do Corvo Branco:

Suas curvas

Quando fui para a Serra do Corvo Branco, pude contar em um trecho de mais ou menos 3km aproximadamente 30 curvas, e algumas em 180º. Em muitos momentos a estrada é só para um veículo pequeno. Um caminhão com certeza precisará fazer a curva em duas manobras. Desci a Serra, e o cheiro do freio do carro estava forte, então, fique atento.

 

 

 

Sua Fenda

Um corte de 90 m de altura em rocha basáltica, feito somente com um trator esteira (é o que dizem), o início da construção foi em 1920 com voluntários e a estrada começou a ser feita com picaretas e trabalho braçal. Em 1980 foi inaugurada a Serra.

 

Aquífero Guarani

A Serra do Corvo Branco, também é um dos poucos lugares onde pode-se ver a afloração do Aquífero Gurarani.

 

Escolha do Nome

Os habitantes locais sempre viam uma ave branca, que se assemelhava a um corvo e o nome ficou popular, mas na verdade o que eles estavam vendo era uma ave rara chamada: Urubu-rei, que possuía uma plumagem branca e uns detalhes coloridos.

 

Grão Pará e a Serra do Corvo Branco

A Serra pertence a cidade de Grão Pará (na divisa de Urubici) fazendo a “descida” da Serra Catarinense – sentido Litoral, a SC 439 foi a primeira rodovia a ligar a Serra com o Litoral. Grão Pará é uma cidade com pouco mais de 6 mil habitantes e fica ao lado de outras cidades muito procuradas pelos turistas, como: Urubici, Bom Jardim da Serra, Lauro Muller e São Joaquim.

 

serra-do-corvo-branco-fenda

 

Por questões ambientais a Serra do Corvo Branco ainda não foi totalmente pavimentada, “Uma frase de Amim, marcou o lançamento da pavimentação de mais um acesso à Serra Catarinense: Vamos tingir de preto as asas brancas do corvo”.

 

O que ninguém te conta: Leve no mínimo 1 casaco. Devido a altitude, venta e venta muito lá em cima. Após a abertura da fenda a temperatura média de Urubici mudou 3 graus para mais ou para menos, dependendo da estação. Em um lado da fenda há água e no outro não, isso se dá porque na explosão foi rompido um lençol freático.

 

Como chegar na Serra do Corvo Branco

Você pode estar visitando as cidades vizinhas da Serra Catarinense, e se este for seu caso, você pode ir de Urubici até a Serra do Corvo Branco pela SC 370, uma parte da rodovia não está asfaltada, é preciso ter uma certa atenção, pois há muitas pedras soltas e umas curvas bem fechadas, mas não tivemos problema em subir com um carro 1.0 – Neste caso você pode descer a Serra e ficar bem próximo ao Litoral Catarinense, cidades como Tubarão e Laguna, ou voltar para Urubici.

Ou você pode estar no litoral e pegar a BR 475 e subir a Serra. Vou dizer que o caminho até a Serra passando pela cidade de Grão Pará é realmente lindo, você está aos pés da Serra do Corvo Branco e tem uma visão totalmente diferente de quando está lá em cima.

Distâncias

267 km – Blumenau
196 km – Florianópolis
396 km – Porto Alegre
476 km – Curitiba
288 km – Navegantes

 

Novidades

A pouco tempo foi inaugurado um mirante com mais atrações na Serra do Corvo Branco, fazendo com que se torne um  ponto turístico indispensável em qualquer roteiro. no dia que fui, vi o sol nascer e o itinerário estava apertado, e não consegui conhecer o Altos do Corvo Branco, mas com certeza na próxima vez que eu for para a Serra, irei conhecer este lugar.

 

Você já conheceu a Serra do Corvo Branco? Me conta aqui.

Um beijo, Sthe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *